Temas Fechar

Snacking: bom ou mau hábito?

20 de Março de 2020
Créditos de imagem: Adobe Stock

Tenha sempre “à mão” opções de snacks saudáveis e fáceis de transportar para qualquer lugar. Saiba mais neste artigo.

Snacking, ou em português - petiscar - é certamente um ato que faz parte do seu dia e não deve ser visto como algo obrigatoriamente mau. Embora a definição desta palavra ainda não esteja muito bem definida, a maioria das pessoas considera que petiscar se traduz em todas as pequenas refeições ou alimentos consumidos fora das 3 principais: pequeno-almoço, almoço e jantar. Há ainda quem inclua o lanche da tarde, no grupo de refeições diárias.  

 

Assim, excluindo as 3/4 refeições principais diárias, tudo o que se vai “petiscando” ao longo do dia são os chamados snacks que, não precisam de ser necessariamente produtos que têm um impacto negativo na nossa saúde, isto é, produtos densamente energéticos e sem valor nutricional, com valores energéticos elevados, ricos em sal, gordura saturada e trans, açúcar e pobres em fibra.

 

Existem muitas opções que pode utilizar para estes seus snacks, nutricionalmente densas, que efetivamente são uma mais valia no seu dia alimentar e contribuem para um padrão alimentar variado. 

 

Na verdade, para conseguir controlar o que come tem de existir um planeamento dos snacks a levar para o local de trabalho e a ter sempre consigo.

 

 

Créditos de imagem: Adobe Stock

 

No dia-a-dia, o stress e o ritmo acelerado do trabalho e da rotina diária faz com que as pessoas prefiram ter ao seu dispor na secretária produtos de fácil consumo (embalados), baratos e saborosos, para ir comendo enquanto trabalham. Mas nem sempre escolhem as opções mais acertadas, uma grande parte opta por produtos com elevado valor energético, ricos em sal, gordura e açúcar, como bolachas, chocolates, gomas, biscoitos e bolos de pastelaria. 

 

Uma boa estratégia será ter alguns alimentos no trabalho e/ou no carro para evitar as idas às máquinas de vending convencionais ou parar em estações de serviço/cafés, o que resulta quase sempre no consumo de produtos que não são interessantes do ponto de vista nutricional.  

 

Embora escolher os alimentos a ter sempre consigo possa ser difícil quando percebe que os que mais gosta são alimentos mais perecíveis e a sua conservação é praticamente impossível de conseguir seja no carro ou no local de trabalho, deixamos aqui algumas dicas e sugestões práticas que podem facilitar este planeamento e vão ajudá-lo a ter sempre “à mão” opções saudáveis, fáceis de transportar e que o vão saciar.

Dicas: o que deve fazer na hora de escolher os snacks certos?

Créditos de imagem: Adobe Stock

 

  • Ao escolher os produtos leia sempre os rótulos e opte por alimentos com baixo valores em açúcar, gordura e sal. 
  • Tenha uma lista de snacks composta por alimentos que não se estraguem tão facilmente e certifique-se que os tem sempre em casa para levar para o trabalho.
  • Se tiver possibilidade, guarde numa gaveta do seu local de trabalho os seus snacks. Assim evita esquecimentos e idas às máquinas de vending convencionais. 

O que deve ter sempre à mão?

Créditos de imagem: Adobe Stock

 

 

Gostou deste artigo? Acompanhe a Notes e fique a conhecer mais dicas sobre saúde e bem-estar!

Tenha sempre “à mão” opções de snacks saudáveis e fáceis de transportar para qualquer lugar. Saiba mais neste artigo.

20 de Março de 2020
Autor:

Mafalda Ferreira da Cunha

Powered by Prozis
Partilhar:
Publicações recentes
Newsletter
Subscreva a nossa newsletter!
Copyright Zome Portugal® 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade Termos e condições Resolução Alternativa de Litígios