Temas Fechar

Seguro multirriscos habitação: mantenha a sua casa em segurança!

19 de Janeiro de 2022
Créditos de imagem: Adobe Stock

A sua casa está protegida contra imprevistos? Saiba como o pode fazer através do seguro multirriscos.

“Pagar para algo que nunca vou usar? Nem pensar!” Confesse lá que em algum momento teve este pensamento quando lhe falaram de um seguro multirriscos… Acredite quando lhe dizemos que existem poupanças que podem sair muito caras!

 

Fazer um seguro para a sua casa pode ajudá-lo a poupar centenas de euros caso aconteça algum imprevisto. E se pensarmos bem, a probabilidade de vir a ter uma inundação ou um problema elétrico, não é assim tão pequena, principalmente se a sua casa já tiver uns anos.

 

Neste artigo vamos ajudá-lo a entender como é que estes seguros funcionam e o que abrangem na generalidade, lembrando de que deverá consultar uma seguradora para perceber qual a melhor opção para o seu caso.

Este seguro é obrigatório?

Em edifícios em regime de propriedade horizontal, quer para frações, quer para partes comuns, este seguro é obrigatório por lei (decreto-lei nº267/94 de 25 de outubro). No entanto, a única cobertura exigida é a de incêndio, pelo que cabe aos condóminos e condomínio a decisão de contratar outras coberturas para além desta.

 

Outra situação onde terá de ter este seguro é no caso de estar a recorrer a um crédito habitação. As entidades bancárias vão exigir um seguro de vida e um seguro multirriscos que pode fazer diretamente com o banco que escolheu para o crédito ou numa seguradora externa.

 

» Leia também: O que fazer quando se termina de pagar o crédito habitação?

Porque deve ter um seguro multirriscos?

Se não está abrangido nas situações obrigatórias, cabe-lhe a si decidir se vai ou não fazer um seguro para a sua casa. Como lhe dissemos anteriormente, um seguro multirriscos vai salvaguardar grande parte dos custos no caso de ter um incidente que lhe custaria uma centena de euros. Por isso, o valor que terá de pagar pelo seguro compensa sempre!

Mas atenção: os seguros multirriscos, muitas vezes, não cobrem o recheio da casa

Créditos de imagem: Adobe Stock

É muito importante que esteja informado sobre a cobertura do seu seguro para evitar surpresas desagradáveis. Para além disso, na hora de escolher a melhor opção para si, deve procurar conhecer as suas obrigações, o valor da franquia e como funciona o pagamento em caso de indemnização.

 

Tendo em conta que as coberturas variam de seguradora para seguradora, na generalidade, um seguro multirriscos pode garantir, segundo a ASF (Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões):

 

  • A reparação de danos causados por incêndio, inundações, tempestades e riscos elétricos;
  • Reparação de danos nos bens móveis da habitação;
  • Indemnização por furto ou roubo;
  • A responsabilidade civil do segurado e pessoas do seu agregado familiar (em caso de necessidade de indeminização de terceiros por danos causados);
  • Indemnização por morte do segurado ou cônjuge, em consequência de incêndio, queda de raio, explosão ou roubo, quando ocorrida na habitação.

 

As seguradoras já têm opções pré-definidas pelo que pode sempre adicionar outro tipo de coberturas. Reveja a sua apólice e, se for do seu interesse, subscreva a opção de seguro para o recheio ou contrate um para o efeito.

Qual a diferença do seguro multirriscos simples e o de recheio?

Muitas pessoas não têm um seguro de recheio pois pensam que o de multirriscos cobre tudo até serem surpreendidas por alguma situação onde o seguro não cobre os danos.

 

Afinal, o que distingue este dois tipos de seguros?

 

  • O seguro multirriscos simples engloba toda a estrutura do edifício e todos os elementos fixos ou encastráveis, cobrindo apenas a reconstrução ou reparação do imóvel;
  • Já no seguro de recheio são considerados todos os elementos móveis (mobiliário, pequenos eletrodomésticos, tapeçarias, vestuário, peças decorativas, entre outros).

 

Para determinar um valor de indeminização no caso do seguro de recheio, será feita uma avaliação pela própria seguradora.

Qual deve escolher?

Cada caso é um caso, por isso deverá primeiro consultar as opções existentes no mercado e informar-se sobre as condições de cada uma para que possa escolher de forma consciente e adaptada para as suas necessidades.

 

Se já tem um seguro neste momento, aproveite para rever a sua apólice apenas para ter a certeza que o tipo de seguro que contratou corresponde às suas expectativas.

 

Revisão de conteúdo: Hélder Ferreira - Training and Banking Relations Director

A sua casa está protegida contra imprevistos? Saiba como o pode fazer através do seguro multirriscos.

19 de Janeiro de 2022
Autor:

Catarina Pinheiro

Content & Social Media Manager Zome
Partilhar:
Publicações recentes
Newsletter
Subscreva a nossa newsletter!
Copyright Zome Portugal® 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade Termos e condições Resolução Alternativa de Litígios