Temas Fechar

Quando a tecnologia humaniza - Carlos Santos

30 de Agosto de 2019

O debate sobre a forma como a tecnologia tende, alegadamente, a desumanizar as relações tem ganho força à medida que esta vai sendo implementada em várias áreas da nossa sociedade. No imobiliário não é exceção.

A utilização de inteligência artificial, de big data e de procedimentos técnicos padronizados e automatizados poderá contribuir para a ideia generalizada de que inovações tecnológicas só tornarão as relações entre consultores imobiliários e clientes mais frias e distantes. Mas, será que não é justamente o oposto?


A Zome está no mercado há, sensivelmente três meses, com cerca de um milhar de consultores distribuídos por 10 hubs imobiliários criativos e tecnológicos. Chamamos-lhe assim, porque fazemos da tecnologia um fator diferenciador e porque a usamos para assegurar um maior acompanhamento aos nossos clientes.


Desenvolvemos uma plataforma onde estão aglomeradas diversas ferramentas tecnológicas que, acionadas em conjunto, potenciam o trabalho dos consultores imobiliários, tornando-o mais simples e eficiente (com um aumento de produtividade na ordem dos 37%).

 

As funcionalidades deste kit são vastíssimas, mas, a título de exemplo, falemos de uma específica: é possível elaborar um estudo de mercado completo e fazer uma avaliação fidedigna de um determinado imóvel, por comparação com outros de características semelhantes, no espaço de poucos minutos, graças a uma base de dados exclusiva que contempla todos os imóveis à venda em Portugal (da Zome e das restantes agências imobiliárias). Ou seja, com recurso à inteligência artificial e big data, é processada uma conclusão analítica e segmentada, onde o cliente obtém, num curtíssimo espaço de tempo, uma ideia do real valor do imóvel que pretende vender.

 

A facilidade em responder de forma rigorosa e quase imediata a uma dúvida legítima e frequente de um cliente vendedor, cria necessariamente uma sensação de confiança e proximidade – não necessariamente física – com o consultor.

 

A verdade é que esse acompanhamento próximo é o culminar de um processo que começa ainda na fase de formação do consultor. E se na Zome essa formação é feita de forma a habilitá-lo a lidar com ferramentas tecnológicas cada vez mais evoluídas, tendo em vista a otimização do seu tempo e dos respetivos clientes, como é que o prepara, simultaneamente, para ser mais um gestor de pessoas do que gestor de negócios imobiliários?


A resposta está em técnicas de neurociência aplicadas a todas as formas de comunicação (imagem, simplificação de imagem, meios utilizados, etc.), que ajudam os consultores a desenvolverem uma linguagem simples e dinâmica, rompendo com a relação imobiliária tradicional.

 

O cerne da preocupação do consultor deixa assim de ser o imóvel e passa a ser a pessoa que está a acompanhar no processo de compra ou venda do mesmo: as suas dúvidas, os seus desejos, os seus anseios.


O tratamento humanizado pressupõe a união entre a qualidade dos conhecimentos técnicos dos consultores – no caso da Zome muito potenciada pela tecnologia que tem à sua disposição – e a qualidade do relacionamento que desenvolve com o cliente. Esse elo é fundamental para que o cliente viva o processo, não raras vezes marcante com absoluta tranquilidade.

 

A inovação tecnológica que a Zome está a injetar no mercado imobiliário tem, pois, o condão de humanizar relações e não o contrário. Estimula o tratamento personalizado, capaz de dar respostas rápidas e assertivas aos desafios únicos que cada cliente coloca e dessa forma gera transparência, empatia e segurança, garantindo a sensação de acompanhamento não invasivo que todos gostamos de ter.

O debate sobre a forma como a tecnologia tende, alegadamente, a desumanizar as relações tem ganho força à medida que esta vai sendo implementada em várias áreas da nossa sociedade. No imobiliário não é exceção.

30 de Agosto de 2019
Autor:

Carlos Santos

CTO - Chief Technology Officer
Partilhar:
Publicações recentes
Newsletter
Subscreva a nossa newsletter!
Copyright Zome Portugal® 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade Termos e condições Resolução Alternativa de Litígios