Temas Fechar

Picadas de insetos: saiba como evitar este pesadelo do verão

20 de Julho de 2021
Créditos de imagem: Adobe Stock

Costuma sofrer com picadas de insetos no Verão? Descubra neste artigo como pode evitar estes pequenos pesadelos.

Bzzz… bzzz… bzzz…

 

Reconhece o zumbido irritante?

 

Começou o Verão e trouxe consigo as picadas dos insetos. Seja de noite ou de dia, estes seres tão pequenos e atrevidos são um verdadeiro pesadelo e o calor e humidade são ideais para a sua proliferação.

 

Para além da desagradável comichão causada pelas picadas dos mais comuns como as melgas, os mosquitos, pulgas e aranhas, existem outros que podem trazer mais complicações e causar uma reação mais grave.

 

Descubra neste artigo como pode manter estes bichinhos fora de casa e evitar as suas picadas!

As picadas de insetos são perigosas?

Na maioria dos casos, as picadas de insetos não são preocupantes, no entanto cada organismo reage de uma determinada forma pelo que deve ter atenção a sintomas que saiam dos aspetos generalizados de que vamos falar neste artigo.

 

As situações mais graves acontecem quando as pessoas são alérgicas (por exemplo, em situações de picadas de vespas e abelhas) ou em episódios ainda mais excecionais de picadas de insetos que transmitem doenças como a malária – espécies presentes, normalmente, nas regiões tropicais e subtropicais de África, Ásia, América Central e América do Sul.

Quais são os principais sintomas?

As picadas de insetos mais comuns, como as dos mosquitos, causam alguma vermelhidão e inchaço na pele, comichão e, alguns casos, sensação de queimação ou formigamento na zona da picada.

 

Em casos mais graves de pessoas que sejam alérgicas a determinados insetos, pode mesmo acontecer um choque anafilático. Nestas situações são comuns sintomas como inchaço nos lábios e na garganta, dificuldade em respirar, taquicardia, tonturas, confusão, desmaio, náuseas, cólicas e vómitos.

O que fazer em caso de picada?

Se identificou o inseto que o picou e percebeu que é uma picada inofensiva, pode aplicar gelo para aliviar a comichão e evitar coçar pois as unhas podem transmitir bactérias. Não tome medicação sem prescrição médica e esteja atento à evolução da picada que pode piorar.

 

No caso de sentir sintomas mais graves deve pedir ajuda e recorrer de imediato ao hospital mais próximo de si.

5 formas de evitar as picadas

Créditos de imagem: Adobe Stock

 

1 - Coloque redes/telas nas portas e janelas: sim, sabemos que não é a solução mais bonita, mas acredite que ajuda muito. Pode ainda utilizar os chamados “mosquiteiros” nas camas das crianças e dos idosos que acabam por ser mais sensíveis às picadas;

 

2 - Utilize repelentes corporais: atualmente encontra no mercado repelentes em creme, roll-on ou stick que podem ser aplicados diretamente na pele e repelentes em spray que devem ser utilizados sobre a roupa ou pulverizados nas mãos e só depois nas restantes áreas do corpo;

 

3 -  Experimente os repelentes elétricos nas tomadas mais próximas das janelas;

 

4 - Tenha o cuidado de manter as janelas e portas fechadas ao final do dia, principalmente se estiver com as luzes ligadas uma vez que a iluminação atrai os insetos. Se tiver ar condicionado, use-o pois a sua refrigeração acaba por afastá-los.

 

5 - Use, sempre que possível, vestuário que cubra a maior parte das zonas do corpo;

Dicas e receitas caseiras para manter os insetos fora de casa!

1 - Limpe tudo com vinagre de maçã

 

Num recipiente de vidro misture o vinagre de maçã e algumas gotas de detergente e coloque-o perto de lâmpadas e candeeiros que normalmente acabam por atrair mais insetos. O aroma ácido vai manter estes bichinhos afastados da sua casa e, por ser um produto sem químicos, é seguro em casas com animais ou crianças.

 

Pode ainda limpar o chão com esta mistura caseira ou limpar as bancadas da sua cozinha diretamente com vinagre.

 

2 - Utilize produtos com citronela

 

A citronela é uma planta proveniente da Índia e é excelente para repelir mosquitos, melgas e moscas. Pode utilizar a própria planta ou optar por velas de citronela que encontra facilmente à venda.

 

3 - Invista em plantas que funcionam como repelentes naturais

 

Para além de decorarem os ambientes e deixar a casa cheirosa, algumas plantas têm estas vantagem acrescida de funcionarem como repelentes naturais. Lavanda, manjericão, alecrim, malmequeres e hortelã são algumas espécies que deve ter por perto.

 

 

Gostou deste artigo? Leia mais sobre "saúde e bem-estar" aqui na Notes.

Costuma sofrer com picadas de insetos no Verão? Descubra neste artigo como pode evitar estes pequenos pesadelos.

20 de Julho de 2021
Autor:

Catarina Pinheiro

Content Manager
Partilhar:
Publicações recentes
Newsletter
Subscreva a nossa newsletter!
Copyright Zome Portugal® 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade Termos e condições Resolução Alternativa de Litígios