Temas Fechar

"Influencer do imobiliário" um mercado por explorar? - por Inês Craveiro

03 de Junho de 2020
Créditos de imagem: Adobe Stock

E se tu pudesses convencer os teus seguidores a venderem os seus imóveis contigo, a comprarem a casa de sonho contigo e a virem trabalhar para a ZOME, contigo?

A minha casa está em silêncio e, à hora certa, toca o despertador. São 7:40 da manhã, a um dia de semana. Pego no telemóvel, desligo o alarme e abro o instragram. Enquanto ainda estou com um olho aberto e o outro fechado, o meu cérebro já vai começando a acordar e a assimilar tudo o que vejo. Publicações dos meus amigos, publicações das páginas que sigo, publicações patrocinadas e os famosos stories, onde a palavra “compra” está implícita em todo o lado.

 

Abro o primeiro story e penso - “Uau, que vestido tão giro!” – e de um momento para o outro já estou a navegar no site da marca e a ver a colecção toda de primavera/verão 2020 e a querer comprar tudo. Engraçado não é?

 

E se tu pudesses convencer os teus seguidores a venderem os seus imóveis contigo, a comprarem a casa de sonho contigo e a virem trabalhar para a ZOME, contigo? E se tu lhes pudesses mostrar o teu dia-a-dia, entre a vida de consultor imobiliário e vida familiar e social? E se isso tudo fosse feito à distância de um clique, onde entre partilhas de fotografias e alguns vídeos, conseguisses influenciar positivamente imensas pessoas? Tens um tesouro nas mãos e ainda não sabes, mas eu passo a explicar.

 

Para os mais distraídos, esta é uma rede social que completa 10 anos de existência, este ano. Atualmente, o Instagram conta com 1 bilião de utilizadores em todo o mundo e, segundo um estudo feito pela Marktest em 2019 (“Os Portugueses e as Redes Sociais”) é descrito como “a rede social mais actual”, tendo já conquistado o coração de mais de 4,9 milhões de portugueses, número este que está em constante crescimento.

 

É também a rede social mais utilizada pelos influenciadores das várias áreas profissionais, de forma a aconselharem, de forma implícita, a compra de certos produtos e/ou serviços aos seus seguidores. Estima-se que 50% a 60% das compras efectuadas em Portugal, são influenciadas pelos tais “Digital Influencers”.

 

Posto isto, acredito que já tenhas percebido o potencial do Instagram, vamos ao que importa - afinal como podes usar esta rede social a teu favor, no imobiliário? Conhece neste artigo os 3 pontos iniciais a respeitar!

Créditos de imagem: Adobe Stock

1. Tem uma conta ou página pública

Desta forma facilitas o acesso à tua informação e à informação que partilhas com os teus seguidores. Para além dos teus amigos, que poderão seguir-te porque te conhecem, existem milhares de pessoas que poderão ter interesse no conteúdo que partilhas.

 

Se não tens a conta pública e disponível para ser vista a qualquer hora, por qualquer pessoa, em qualquer lugar do mundo, estarás apenas nesta rede social para comunicar os teus sucessos no imobiliário com o teu grupo de amigos ou conhecidos, e não com todos os potenciais clientes.

2. Dá-te a conhecer pessoal e profissionalmente

Descreve-te de forma profissional e pessoal, simultaneamente, em poucas palavras e por parágrafos (Dica: usa emojis!) - as pessoas vão querer saber de onde és, o que fazes profissionalmente e mais alguma informação pessoal que os vai aproximar de ti. Por exemplo, podes partilhar que és amante de comida, que tens algum hobbie ou que tens um amigo/a de 4 patas.

3. Aposta na tua fotografia

Escolhe uma fotografia de perfil onde seja perceptível o teu lado profissional, mas também o teu lado descontraído - esta rede social cria ligação por proximidade afectiva com base no que é visualizado, e o objectivo é que os teus seguidores percebam que tu és o/a consultor/a imobiliário/a com quem eles se podem relacionar ou pedir conselhos, porque transmites isso através da tua fotografia.

Créditos de imagem: Adobe Stock

 

Após colocares em prática estes três pontos, vou explicar-te agora que o objectivo de teres um perfil/página no instagram é partilhares a tua vida - sim, isso mesmo. Tanto a profissional como a pessoal.

 

Lembra-te que nem todos os teus seguidores vão querer fazer negócio contigo hoje, mas vão querer saber que tens uma vida para além da tua profissão de consultor/a imobiliário/a, e fazer um pouco parte dela. Partilha o teu passeio pelo parque com a família, os jantares com os amigos, o brunch em família ou amigos ao domingo de manhã, e partilha também as tuas angariações, visitas, conclusões de negócios e pormenores giros dos vários imóveis que vais visitando.

 

Este mix de partilha do teu lifestyle e dos teus sucessos profissionais vai chamar à atenção de clientes compradores e proprietários, mas também de pessoas que queiram mudar de profissão ou de rede imobiliária, o que torna esta rede social numa mais valia para o teu negócio.

Créditos de imagem: Adobe Stock

Por fim tens que ter sempre presente a seguinte sigla: QCC – Qualidade, Comunicação e Conteúdo.

 

> Qualidade:

Tudo o que partilhas vai ser o espelho do serviço que prestas ao teu cliente. O teu perfil/página de instagram tem que seguir uma linha de raciocínio visual, com fotografias ou imagens de qualidade, que captem a atenção dos teus seguidores.

 

Tens várias opções como por exemplo organizar o perfil de forma a haver uma cor predominante, utilizares o mesmo filtro em todas as fotografias ou publicares alternadamente uma fotografia e uma frase, etc.

 

> Comunicação:

Neste tema em especifico, tens que perceber para que público estás a comunicar e qual a imagem que queres criar para que os teus seguidores se identifiquem contigo. Para além das fotografias, existem os instagram stories onde tens a oportunidade de, todos os dias, falares para os teus seguidos em tempo real (os chamados diretos) e em vídeo que fica disponível para visualização nas seguintes 24h, e isto dá-te o poder de chegar a qualquer pessoa em qualquer parte do mundo.

 

A comunicação deve ser constante e permanente, de forma a que as pessoas se habituem a ver-te todos os dias, e desta forma nunca se esquecerem de ti (e sentirem a tua falta quando não estás).

 

> Conteúdo: 

É a cereja no topo do bolo! É aqui vais aportar algo mais à vida os teus seguidores, diferenciando-te do resto dos consultores imobiliários que eles seguem. Nas fotografias é importante que contes a história das mesmas, com algum romantismo à mistura.

 

Nos instagram stories, deixo-te a seguinte dica: faz um vídeo todos os dias de manhã de um minuto (máximo), a contar como vai ser o teu dia e, se for num dia de escritura, CPCV, proposta, ou outra conquista profissional, partilha o teu contentamento ou descontentamento, com os teus seguidores, pois aqui também é importante mostrares que, por vezes, existem momentos menos bons.

 

O conteúdo é o que faz com que a tua relação com os teus seguidores perdure, crie raízes e os fidelize.

 

E no fim de contas, se é assim tão simples, porque não começares já hoje?

E se tu pudesses convencer os teus seguidores a venderem os seus imóveis contigo, a comprarem a casa de sonho contigo e a virem trabalhar para a ZOME, contigo?

03 de Junho de 2020
Autor:

Inês Craveiro

Business Coach - HUB Restelo
Partilhar:
Publicações recentes
Newsletter
Subscreva a nossa newsletter!
Copyright Zome Portugal® 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade Termos e condições Resolução Alternativa de Litígios