Temas Fechar

É no desconfortável que eu me transformo - por Inês Craveiro

18 de Novembro de 2020
Créditos de imagem: Adobe Stock

"Quando percebes que o desconfortável é a tua nova zona de conforto, chega então a hora da mudança – esta é a parte onde começas a duvidar da tua atitude “de antigamente” e abres o teu pensamento a novas opções e novos caminhos."

Este título podia ser um título de um artigo de fitness, onde eu falaria sobre a transformação física que existe quando te levas ao limite e sais da tua zona de conforto. Mas não é - é mesmo sobre o poder que o ser humano tem de se transformar, quando sai da zona de conforto e atinge o sucesso.

 

O que é o sucesso?

 

A resposta mais normal é “o sucesso é o que existe depois de muito trabalho”, e portanto, com base nessa frase, seria então de esperar que se eu trabalhar, terei sucesso. Parece fácil, certo? 

 

Todos os dias trabalho, todos os dias faço as mesmas tarefas, todos os dias são iguais, quase que mecanizados, de forma a atingir o sucesso que será garantido. Podia até colocar isto numa conta matemática: se A fosse o trabalho que faço, de forma igual, todos os dias e B fosse a consistência e rotina do mesmo, sem qualquer alteração, então A+B= Sucesso. 

 

Então e se eu disser que, à imagem do mundo em que vivemos hoje em dia, a introdução de novas práticas em todos os postos de trabalho é uma constante, o desenvolvimento tecnológico é imparável e o mercado é cada vez mais competitivo, já não parece assim tão fácil, certo?  Então A+B seria igual a ter Resultados, e não a ter Sucesso. 

 

E é aqui que se separa o "trigo do joio". Quem trabalha para ter apenas resultados médios, e quem trabalha para crescer e ter resultados extraordinários, o que nós conhecemos por "trabalhar para o sucesso". Prefiro então dizer que o sucesso vem quando criamos um compromisso com o estarmos constantemente desconfortáveis, em mudança e em crescimento, a cada segundo do nosso dia a dia. Estranho, não? Passo a explicar:

 

O ser humano está, pela sua natureza, em constante desenvolvimento.

 

Desenvolvimento este, que pressupõe um crescimento. Crescimento este, que só se dá quando estamos numa situação de desconforto. E porque é que nos colocamos numa situação de desconforto? Porque somos seres ambiciosos, focados no mais e no melhor. E é no desconforto que existe o medo do desconhecido, as dores de crescimento e as dificuldades inerentes a tudo isso.   

 

E tu perguntas: "Então porque é que quero passar por isso, se são todos sentimentos menos positivos?" 

 

Porque quando te sentes desconfortável, é a tua mente a comunicar contigo e a dizer-te que está na altura de mudar. O teu mindset já não está com o mesmo foco e a forma como agias e pensavas antes, já não serve, pois já não te está a gerar os mesmos resultados ou os que estão a ser gerados, já são insuficientes. 

 

E se este artigo fosse um artigo sobre fitness, era este o momento onde te diria que, se já estás habituado a correr 10km, então as pernas já não te doem. Das duas uma: ou irias diminuir o tempo de corrida, por minuto, face aos km que já estavas a fazer, ou aumentarias a distância, de forma a criar um novo record, ou seja, novos resultados. 

 

Quando percebes que o desconfortável é a tua nova zona de conforto, chega então a hora da mudança – esta é a parte onde começas a duvidar da tua atitude “de antigamente” e abres o teu pensamento a novas opções e novos caminhos.

 

Ages em prol da mudança e tomas noção de que a mais pequena alteração, pode fazer uma grande diferença. Se vais errar na medida, se vai demorar até perceberes os resultados e se vai ser trabalhoso? Sim, mas vai também colocar-te à prova, dar-te clareza sobre o que não funciona e direcionar-te cada vez mais para o teu foco – ter sucesso.

 

Depois de testares estes teus novos pensamentos e acções, percebes quais estão a dar resultado e colocas em prática essas mudanças. Aqui estás a crescer, a fazer crescer o teu negócio e a passar para o próximo nível, pois colocas de lado os hábitos antigos e começas a utilizar os novos, aqueles que te vão tornar num empresário de sucesso. 

 

E no fim das contas, a única conta matemática possível, é só mesmo esta: D+M=C 

 

Desconforto + Mudança = Crescimento 

 

Vamos fazer as contas?

"Quando percebes que o desconfortável é a tua nova zona de conforto, chega então a hora da mudança – esta é a parte onde começas a duvidar da tua atitude “de antigamente” e abres o teu pensamento a novas opções e novos caminhos."

18 de Novembro de 2020
Autor:

Inês Craveiro

Hub Director - HUB Oeiras
Partilhar:
Publicações recentes
Newsletter
Subscreva a nossa newsletter!
Copyright Zome Portugal® 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade Termos e condições Resolução Alternativa de Litígios