Temas Fechar

8 dicas para uma alimentação mais saudável no Natal

10 de Dezembro de 2020
Créditos de imagem: Adobe Stock

Alimentação saudável nas datas festivas? Sim, é possível modificando pequenos hábitos e sem ter de abdicar dos seus pratos favoritos.

Hum… o cheirinho da aletria da avó acabada de fazer… As rabanadas suculentas, o bacalhau bem salgadinho mergulhado em azeite. Hum… que bomba de colesterol!

 

Nós sabemos o quão difícil é resistir às iguarias das festas natalícias, mas também conhecemos algumas práticas que o vão ajudar a ter um Natal mais saudável sem ter de abdicar destes autênticos pecados.

 

“Esqueçam lá isso, não passo o Natal sem comer doces!” Mas quem é que falou nisso? Mais do que “deixar de comer determinados alimentos”, o verdadeiro segredo é saber fazer as escolhas certas! Leia as sugestões que preparamos para si neste artigo!

1. Não ande o dia todo a petiscar

Quem é que nunca provou várias rabanadas ao longo do dia só para se certificar de que estavam no ponto certo? Pode ser realmente difícil resistir ao hábito de petiscar ao longo do dia enquanto cozinha, mas em dias de festa como o Natal e a passagem de ano, deve tentar ao máximo manter a sua rotina habitual de refeições.

2. Mais vale só do que com maus acompanhamentos

Esta dica não é nova, mas há quem se esqueça deste pormenor: os acompanhamentos. Tente sempre ter opções mais saudáveis como hortícolas e outros produtos vegetais. Desta forma irá reduzir o consumo de calorias, gordura animal e colesterol.

 

Se quiser ser ainda mais rigoroso, pode começar a sua ceia de Natal com uma boa sopinha, rica em legumes e leguminosas. “Oh, sopa não enche barriga” - pois não nem é isso que queremos! Para além de ser um prato muito aconchegante e reconfortante, fará sentir-se mais saciado e consequentemente terá vontade de comer menos.

3. Selecione bem o que vai comer

No Natal a mesa está recheada de doces e sobremesas de comer e chorar por mais, mas existem sempre alimentos que facilmente encontra no seu dia a dia. A proposta é que selecione aqueles pratos específicos que não costuma “ter sempre à mão” - que normalmente são os pratos típicos da época - como o bolo rei, as rabanadas e aletria, e deixe os outros para depois.

 

Tente incluir sempre algumas frutas nas sobremesas e na hora de atacar os doces, primeiro coma alguma fruta e depois experimente as suas guloseimas favoritas.

4. Seja o mestre da culinária aí de casa

Pode até nem ter muito jeito para a cozinha, mas se quer uma Natal mais saudável vale a pena aventurar-se no papel de chefe. Ao confecionar os seus próprios pratos, consegue controlar as quantidades de açúcar e sal, por exemplo.

5. Mantenha-se hidratado

Os refrigerantes e as bebidas alcoólicas fazem parte do menu da sua ceia de Natal? Sem problemas, mas tenha sempre disponíveis alguns jarros de água espalhados pela mesa. É fundamental manter-se hidratado para evitar a retenção de líquidos e promover o bom funcionamento do sistema digestivo, porque nestes dias acabamos por comer sempre alimentos a que não estamos tão habituados e que saem da nossa “dieta regular”.

6. Nem oito, nem oitenta

Uma dieta demasiado restrita nesta época do ano pode mesmo acabar por fazer com que tenha mais vontade de comer! Por isso, tenha consciência dos alimentos que tem mesmo de evitar por problema de saúde (diabetes, colesterol, hipertensão, etc…) e permita-se aproveitar com moderação.

7. Ponha a família a mexer!

Créditos de imagem: Adobe Stock

É isso mesmo, nada de deixar a atividade física de lado! Aproveite mesmo para pôr toda a família a mexer ao som da playlist de Natal da Zome ou opte por algum jogo interativo como o “Just Dance”, por exemplo.

 

Dance com aquela tia mais velha que não está para essas coisas, faça uma videochamada com os seus amigos e crie um desafio entre famílias. Para além de muita animação e gargalhadas garantidas, está também a promover atividades que vão tirar toda a gente do sedentarismo do sofá ao lado da lareira.  

8. No final da festa, distribua as sobras

Distribuir as sobras no final da festa também é regra em sua casa? Excelente! Desta forma está a evitar o desperdício de comida que acabaria por ser deitada fora e está também a zelar pela sua saúde. Anote bem isto: longe dos olhos, longe do estômago!

Todas estas dicas servem apenas como um lembrete de pequenas mudanças que pode implementar nos dias de festa para que a sua saúde não seja colocada em causa.

 

Aproveite o Natal com as pessoas que lhe são mais próximas, mantenha-se protegido, siga as recomendações da DGS relacionadas com a nossa realidade atual e, acima de tudo, cuide de si e do seu bem-estar para que o dia de amanhã seja sempre mais saudável e mais feliz!

Alimentação saudável nas datas festivas? Sim, é possível modificando pequenos hábitos e sem ter de abdicar dos seus pratos favoritos.

10 de Dezembro de 2020
Autor:

Catarina Pinheiro

Content Manager
Partilhar:
Publicações recentes
Newsletter
Subscreva a nossa newsletter!
Copyright Zome Portugal® 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade Termos e condições Resolução Alternativa de Litígios