Temas Fechar

3 Dicas para tornar a sua casa mais prática e inteligente

26 de Agosto de 2019
Créditos de imagem: Adobe Stock

Quer ter uma casa mais prática e inteligente? Conheça 3 dicas que o vão ajudar a realizar esse desejo.

 

Sentada numa cadeira antiga de madeira, a Dona Maria acompanhada pelo seu gato Chuvisco, abriu o jornal e o primeiro título que leu foi: 

 

“JÁ É POSSÍVEL CONTROLAR A ILUMINAÇÃO DA  SUA CASA ATRAVÉS DO TELEMÓVEL.”

 

Baixou o jornal, pousou os óculos de leitura e disse em voz alta: “As coisas estão mesmo diferentes, não achas Chuvisco?”. 

Ronronron. Chuvisco deliciava-se com as festinhas que a Dona Maria lhe fazia e com estes momentos que tinham os dois.

 

A Dona Maria era do tempo em que acordava todos os dias com os sinos da igreja da aldeia, onde cuidava dos animais da quinta e ia buscar lenha para aquecer a comida. Ela nasceu numa época onde havia pouca tecnologia e a que existia, era exclusiva para quem tinha muito dinheiro. Mas, tudo mudou muito e ela sabia disso. Lá em casa, ela agora tinha um aspirador robô. Um presente dado pela sua filha Catarina no último Natal.

 

- “Mãe, eu sei que tens andado cansada, mas este aparelho vai ajudar-te. Olha aqui, vou explicar-te como funciona.” - Disse Catarina entusiasmada enquanto lhe entregava o presente.

 

É verdade, a idade ia avançando e surgiram alguns problemas de saúde. Já não tinha a mesma energia e sentia mais dificuldade em realizar as tarefas domésticas, como aspirar a sala. A princípio a Dona Maria estranhou, mas a verdade é que apesar do Chuvisco não gostar do aspirador robô (fugia dele toda a vez que se aproximava), este aparelho tornara-se numa mais valia para manter a sua casa limpa.

 

gato-robot.jpg

 

 

Depois do aspirador robô, a Catarina ofereceu-lhe outras tecnologias, como o smartphone. Era tão bom ligar-lhe e falar com ela a qualquer hora do dia. Ela viveu numa galáxia não tão distante onde para enviar uma mensagem precisava de escrever uma carta que só chegaria ao seu destinatário dias/meses depois. Foi difícil adaptar-se a todas estas mudanças, mas atualmente já não conseguia viver sem elas. Assim como a Dona Maria, também nós nos tornamos dependentes das novas tecnologias.

 

Pare um pouco e imagine! Acha que conseguiria viver sem tecnologia? E não é só viver sem computador, ou sem telemóvel e redes sociais. É viver sem micro-ondas, sem aspirador do pó, sem frigorífico, sem máquina de lavar a roupa, entre outros aparelhos.

 

Sim talvez conseguiria, se viajar no tempo consegue perceber que em outros anos, nada disto existia e que as pessoas viviam na mesma. Mas, a vida era outra, o tempo era outro. Ah, o tempo! A tecnologia trouxe a velocidade. A velocidade trouxe a falta de paciência e a falta de tempo. É preciso transportar para a nossa rotina o conforto, a simplicidade e a rapidez.

 

Para dar resposta a estas necessidades surgiram as casas inteligentes.

Casa inteligente: o que é?

Créditos de imagem: Adobe Stock

 

Antigamente, isto só era possível nos filmes de Hollywood. Contudo, grandes histórias inspiraram pessoas que criaram diversos equipamentos para tornar a casa mais moderna e eficiente. A casa do futuro “sente” os seus moradores, reconhece as suas vozes e torna a rotina muito mais prática.

 

Uma casa inteligente (ou Smart Home) é uma residência que incorpora sistemas de automação e de gestão remota que facilitam a vida dos seus moradores. Existe um leque diversificado de dispositivos no mercado que permitem controlar quase tudo a partir do smartphone, tablet ou computador.

 

Vamos dar-lhe três dicas para tornar a sua casa mais prática e mais inteligente.

Iluminação

Créditos de imagem: Adobe Stock

 

As casas inteligentes valorizam as construções através da sustentabilidade. A automação da iluminação é uma tendência que está em crescimento e que permite proporcionar um ambiente agradável para cada espaço do lar e pode economizar até 30% da energia elétrica em casa.

 

Além da redução considerável do consumo, o morador pode sair de casa sem a preocupação de deixar as luzes ligadas. A gestão pode ser facilmente feita através de uma aplicação no smartphone.

 

  • DICA ÚTIL: Utilize lâmpadas inteligentes. Crie uma atmosfera mais aconchegante e mude as cores das lâmpadas para um tom mais quente.

Assistentes virtuais inteligentes

Créditos de imagem: Unsplash

 

“Alexa, que música é esta?” - Este é um dos comandos de voz da Alexa, uma das assistentes virtuais mais conhecidas do mercado, desenvolvida pela Amazon. Esta assistente tem a capacidade de interagir por voz, tocar músicas, configurar alarmes, dar informação sobre a temperatura e o trânsito, além de controlar outros sistemas e aparelhos inteligentes. Entre esta existem outras assistentes virtuais inteligentes, como a Assistente da Google e a Siri.

 

Diariamente surgem mais equipamentos, marcas e soluções. Diante de tantas opções, é importante que busque por tecnologias já consolidadas, nas quais existem investimentos de grandes fabricantes.

 

Os equipamentos com design diferenciado e minimalista além de serem mais práticos, complementam também a decoração e ganham um lugar de destaque nos espaços. 

 

  • DICA ÚTIL: Uma assistente virtual inteligente facilita o seu quotidiano. Além de tudo o que já foi mencionado anteriormente, através da aplicação do smartphone é também possível fazer outro tipo de pedidos como por exemplo, encomendar pizza.

Cozinha inteligente

Créditos de imagem: Adobe Stock

 

As cozinhas também estão cada vez mais inteligentes. Já existem inúmeros aparelhos que tornam este espaço mais funcional e tecnológico. Um deles é sem dúvida, o frigorífico inteligente.

 

O novo conceito tem o objetivo de simplificar o processo de armazenamento e gestão dos alimentos em casa. Ao usar um sensor RFID, estes frigoríficos inteligentes mostram quais os produtos armazenados e apresenta diferentes informações tais como a marca, a data de validade e a quantidade. Essa informação é transmitida através da porta que integra um ecrã touchscreen. Com ligação à internet, é possível consultar receitas e outras informações sobre os alimentos.

 

  • DICA ÚTIL: Aposte em equipamentos que facilitam a sua rotina diária. Assim como já existem frigoríficos inteligentes, também já existem fornos que permitem controlar cozinhados sem abrir a porta.

 

Como vimos, é possível adotar dispositivos que tornam a sua casa mais inteligente, sem precisar de grandes projetos de automação. No entanto, se deseja realmente ter uma casa inteligente, existem empresas especializadas no assunto que estão a afirmar-se no mercado. Algumas oferecem sistemas personalizados à medida, de acordo com o tipo de casa e do seu quotidiano.

 

Quer ter uma casa mais prática e inteligente? Conheça 3 dicas que o vão ajudar a realizar esse desejo.

26 de Agosto de 2019
Autor:

Adriana Gonçalves

Content Manager & Social Media Zome
Partilhar:
Publicações recentes
Newsletter
Subscreva a nossa newsletter!
Copyright Zome Portugal® 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade Termos e condições Resolução Alternativa de Litígios